Neverland m.clara1@hotmail.com não também não

sábado, 9 de dezembro de 2017

Descobertas Musicais de 2017

Imagem de radio, vintage, and music

  Separei aqui aqueles artistas que me propus a descobrir mais durante esse ano, separando-os por estilo de música e colocando duas músicas para apresentá-los pra vocês. Espero que gostem.


1) Damien Rice
The Blower's Daughter e I Don't Want to Change You.

2) Angus & Julia Stone
Santa Monica Dream e Big Jet Plane.

3) Vance Joy
Georgia e Riptide.

4) Kodaline
Raging e All I Want.

5) Wet
Don't Wanna Be Your Girl e You're The Best.

6) Dodie
Interwined e Sick of Losing Soulmates.

7) Ben Howard
Old Pine e Only Love.

8) The Japanese House
Good Side In e Face Like Thunder.

9) The 1975
Somebody Else e The Sound.

10) Cage The Elephant
Cigarette Daydreams e Cold Cold Cold.

11) The Strokes
Last Nite and Someday

12) Alt-J
Left Hand Free e Every Other Freckle.

13) HAIM
My Song 5 e The Wire.

14) Flume
More Than You Thought e Say It.

15) Kygo
It Ain't Me e This Town.

16) M.I.A.
Go Off e Paper Planes.

17) Dua Lipa
Scared to be Lonely e New Rules.

18) Camila Cabello
OMG e Havana.

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

3 Passos para se Organizar e Não Deixar que a Procrastinação te faça Surtar no fim do Período







Imagem de Ralu



  2017-2 não acaba nunca, não é? Então já está rolando aquele desespero de saber como não deixar o próximo período te atropelar que nem esse, né non? Inspirada pelos meus amigos surtados - não que eu não seja, mas por motivos distintos -, vim através desse post deixar três passos para se manter mais organizado de forma simples.


Imagem de book1- Rotina Diária

  Mantenha um padrão de estudo todos os dias. O período começou e não tem nada pra estudar? Não importa. Procure artigos ou recomendações dos professores para ler, escrever algo a respeito. Uma ou duas horas por dia é sucesso. A quantidade exata de tempo vai depender de você, avalie o quanto você está rendendo ou enrolando e defina o tempo que melhor lhe couber. Outra coisa que você pode fazer é fazer um tempo por tarefa, ou seja, você não vai contar os minutos pra nada, apenas determinar a meta do dia e completá-la, por exemplo, "estudar a matéria da disciplina tal e ler um artigo". Conforme as tarefas forem surgindo, você vai ver que vai ficar bem mais suave e tende a sobrar tempo para relaxar durante o final de semana.
  É certo que vai ter um dia que você não vai estar à fim, e tudo bem, somos humanos. Mas como vocês já vêm estudando diariamente, um dia não vai fazer tanta diferença quanto faria se você só estudasse um ou dois dias na semana. Pequenos passos são bem menos dolorosos do que ter que dar grandes saltos quando não se está preparado.


Imagem de love, I Love You, and te amo2- Lista de Tarefas

  Conforme os trabalhos vão chegando, fica mais difícil de se organizar, certo? Então vamos precisar de uma agenda - seja a do google, um calendário de folhinha ou feito a mão, num caderninho, um app, o que for. Sempre registre nele as datas conforme os professores forem cedendo datas de provas e trabalhos.
  A partir disso, você vai se planejar dividindo tudo em tarefas. Por exemplo, suponha que você tem um seminário para daqui há duas semanas. Divida ele em etapas como "dividir subtemas para os integrantes do grupo", "fazer gráficos", "ler tantos artigos", "organizar os slides", e distribua eles pelos dias da semana. Minha recomendação é que tudo esteja pronto com considerável antecedência, porque assim se surgir algum problema ou novo trabalho, tempo para resolver é o que não vai faltar.
  Depois da tarefa executada, dar um "check" na tarefa vai te dar uma sensação de missão cumprida tão maravilhosa que até aquela série pós-estudo vai ser uma atividade mais relaxante.


Imagem de book and narnia3- Motivação e Instrumentos

  E como sempre é bom termos inspirações constantes, trago pra vocês indicações. Um livro muito bom, caso você seja fluente em inglês é o 10 Steps To Earn Awesome Grades do Thomas Frank, que você pode baixar gratuitamente pelo site dele. Um ótimo canal no Youtube é o Mariana's Study Corner que também é em inglês, mas acredito que a moça é do Brasil, então sua pronúncia é bem tranquila e fácil de entender, ótimo até para quem está praticando o idioma. Para organizar suas tarefas, um ótimo aplicativo é o Trello que tem uma interface super simples e ferramentas maravilhosas principalmente para os momentos em que há mais coisas para fazer.
  Procure sempre novos métodos que facilitem a sua vida e te deem mais gosto pelo que você está fazendo. No final do período, o estresse é quase inevitável, mas seguindo esses passos, vai ficar muito mais tranquilo, eu asseguro pra vocês.


   Difícil acreditar que só esses três passos vão deixar as coisas mais simples? O grande problema é que a gente não se permite tentar. É certo que sempre aparece algo novo pra ajudar, e posso até fazer mais posts futuramente sobre, mas a base de tudo é exatamente isso.  Com esse método , eu dei conta de três seminários, uma apresentação final, um artigo, dez fichamentos e quatro provas todos nas últimas três semanas do período. Às vezes, quanto mais complexos os comandos, mais difícil de alcançar o objetivo e por isso sempre trago à tona a necessidade de simplificar as coisas.

 Espero que tenha sido útil e qualquer dúvida, os comentários estão abertos.

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Playlists Favoritas de 2017 no Spotify

Imagem de grunge, pale, and music



  Sem grandes delongas, espero que gostem das playlists que selecionei esse ano como minhas favoritas. :D


Life is Strange Soundtrack

  Apesar de nunca ter jogado, mas sim assistido a uma série de gameplays, Life is Strange é meu jogo de escolhas favorito. Além da história incrível e das cenas lindas demais, ainda temos uma trilha sonora  pra deixar qualquer um inspirado. Com o retorno do jogo em Life is Strange: Before The Storm, me entrelacei ainda mais com esse universo. Por isso tudo, não é difícil imaginar o quanto essa playlist fez parte dos meus dias.


Magical & Fairytale/ Beyond

Com uma série de músicas numa pegada mais celta, elemental, élfica, dessas que te fazem relaxar, saltitar e ainda se sentir em outra dimensão.


Chansons Fraçaises

Essa é pra você que está praticando francês  e quer ouvir novas músicas nessa língua tão maravilhosa.


MARGOT

  Playlist feita pela Youtuber que faz meus olhos brilharem de tão bonitos que são seus vídeos, que é a Beth BLVD. É bem para aqueles dias em que você estiver se sentindo uma homewrecker.


This is: Bon Iver

  Uma playlist mais específica feita pelo próprio Spotify que é excelente para aqueles fins de tarde relaxantes e meio melancólicos.


Feeling Blue

  Essa foi feita pela minha pessoa no ano passado, no entanto foi bastante ampliada bastante nesse ano azul que foi 2017. Pra aqueles dias em que a gente precisa de umas músicas que sejam compatíveis com as nossas tristezinhas.

domingo, 22 de outubro de 2017

Resenha do Jogo Désiré



Resultado de imagem para désiré game



  Désiré é um jogo de point and click e escolhas - no qual, contraditoriamente, elas não vão fazer a mínima diferença, mas mesmo assim, esse aspecto vai te levar a uma maior conexão com o jogo. Eu não sou uma pessoa que não se sente muito a vontade para jogar jogos, embora eu goste muito de assistir. É por esse motivo que nunca antes tinha falado sobre por aqui. Mas o caso é que baixei Désiré como quem não quer nada, sabendo da alta probabilidade de desinstalá-lo logo em seguida, mas, para minha surpresa, isso não aconteceu. Com enredo fascinante, alta imersão, profundidade do personagem e reflexões interessantes, o jogo me prendeu completamente.
  A história é sobre um garoto que não consegue ver cores e que se sente extremamente triste devido a isso, passamos então por quatro fases de sua vida na qual vemos sua busca por qualquer novo matiz. Désiré é um personagem um tanto quanto - talvez muito - inescrupuloso, o que tira seu caráter de "mocinho", mas não a conexão que temos com ele. Ele é desenvolvido conforme o tempo passa, lidando cada vez mais com dificuldades, amarguras e frustrações, o que lhe dá o seu realismo. Além do mais, como você o acompanha desde a infância dá uma vontade de abraçá-lo e implorar pelo neném do início de volta.
Imagem relacionada
  Quanto à jogabilidade, não há nada muito impossível, mas confesso que de vez em quando dei uma olhada por certos walk throughs mais por preguiça mesmo. Demorei cerca de quatro dias para jogar pra economizar o jogo, já que o clima melancólico é cativante, e porque sou mais devagar com essas coisas, mas, no geral, ele não é tão longo assim.
  Está disponível para Android e tem pontuação bem alta, no entanto não tenho certeza se também está para IOS e tenho quase certeza de que não está para Windows Phone. Apesar de ser recomendado pelo Google Play para usuário acima de 12 anos, se não me engano, eu colocaria uma faixa etária acima de 16 - assim como o próprio jogo recomenda. Isso se dá por haver cenas de nudez com referência sexual e assuntos como suicídio e pedofilia que permeiam as pessoas ao redor de Désiré o tempo todo.
  O jogo não entrega tudo de mão beijada também, sendo muitas das interpretações atribuídas ao jogador, principalmente no que se refere ao passado de Désiré, as suas alucinações e as metáforas que permeiam algumas situações.
   A trilha sonora é na base do piano e jogar sem ela mudaria completamente a experiência. Incrível demais para ser ignorada. Além disso, ela contribui bastante para ornar com a linda e, ainda sim, aparentemente simples ilustração.
  Por fim, gostaria de frisar a complexidade desse jogo. Um conjunto que traz o jogador para a realidade do não convencional Désiré.

domingo, 8 de outubro de 2017

Desafio de Drabbles Nyah! Fanfiction




  É sabido que amo desafios e aqui vai mais um. Foi lançado no grupo do Nyah! Fanfiction no Facebook um desafio de drabbles, que são capítulos, no caso, de exatamente 100 palavras. Para cada dia do mês de outubro há ainda uma palavra que deve ser incluída no capítulo do dia. A partir do dia 16, vira double drabble.
  A princípio parece fácil, não é mesmo? Mas você vai ver o quanto é difícil passar a sua ideia de forma compacta com tão poucas palavras. No entanto, isso é algo que vai me ajudar bastante, já estou até vendo.
  Cheguei um pouco atrasada então tenho que colocar os capítulos em dia, então corre que ainda dá tempo. Aliás, aproveitando a onda, em breve farei um post sobre como usar desafios como esse a seu favor. Então se é do seu interesse, não esquece de seguir o blog, ok?

Vamos Lá Fora   Antes que eu me esqueça, a minha história se chama Vamos Lá Fora e é sobre duas crianças que crescem com objetivos de vida parecidos, mas que tem um destino diferente, podendo isso ser um empecilho ou um fortalecedor de laços. Que tal uma olhadinha e deixar um comentário pra dar uma força no meu desafio? E, ah, se for participar, não esqueça de deixar nos comentários a sua fic. :)




sexta-feira, 6 de outubro de 2017

Acabando com o "Não Tenho o que Vestir" #2



Imagem de Clueless, clothes, and alicia silverstone 

 Nesse post, vou mostrar pra vocês o quanto um processo que parece longo - mas além de não ser tão extenso assim, ainda vai ser divertido - pode te levar a se reencontrar no seu guarda-roupa e ainda facilitar as suas pequenas decisões.

Reconhecendo suas roupas

  Antes de sair rejeitando tudo no seu armário, que tal saber o que tem nele? Porque é muito fácil falar que não gosta de nada se você nem lembra  de boa parte das peças. Além do mais, é uma ótima experiência para rever memórias de dias que passou com cada uma de suas roupas, reorganizar o guarda-roupa e se sentir grata por tudo o que você tem.
  A partir daí você pode doar o que realmente não te traz mais vontade de vestir e até registrar o que vai ficar contigo. Registrar pode te ajudar a lembrar das peças na hora de montar as combinações. Você pode fazer isso anotando e dando um "nome" (blue mermaids dress, por exemplo) pra cada uma das roupas - o que dá certo trabalho, mas é um processo que considero muito bom - ou tirando fotos e mantendo uma pasta específica.
Imagem de alicia silverstone, The Dream, and wardrobe
Buscando inspiração

  Felizmente, na vida e na internet, inspiração é o que não falta. Então vamos fazer uma lista pro que você pode fazer:

  • Abra uma pasta no pinterest só com looks que você encontrou interessante
  • Busque imagens de pessoas que te inspiram
  • Observe pessoas na rua que se vestem de forma que você considera estilosa
  • Veja vídeos de lookbooks no Youtube
  • Passeie pelo We Heart It e quem sabe até pelo Tumblr
  • Acesse apps como o Chicsimo
  • Faça um moodboard  para se sentir inspirada consigo mesma
  • Encontre e monte outfits no Polyvore


Fazendo combinações

  Com todas essas inspirações, agora fica fácil combinar suas peças. Afinal, a ideia é essa: se inspirar pra fazer mágica com o que já se tem. Se quiser separe um momento em que não se está fazendo nada e vista suas roupas com combinações inusitadas, quem sabe você não se apaixona por algo novo? Fazer desafios como passar uma peça pra frente depois de não usá-la por um mês por ter percebido que ela não é mais compatível com você é algo interessante. Isso pra não falar do Capsule Wardrobe, que posso falar mais sobre se quiserem.

Anotando Ideias

  Ter uma lista em mãos das combinações certas para os lugares certos pode ser uma mão na roda na hora das decisões rápidas. Para isso você pode ter uma pasta específica (Faculdade, Trabalho, Casual, por exemplo) no Chicsimo ou no Pinterest, ou mesmo ter algumas ideias anotadas em um caderno.

segunda-feira, 4 de setembro de 2017

#BienalRio 2017 - Recomendações

Um teaser do maravilhoso estande da Rocco

  Em 2015, eu tinha feito uma postagem sobre dicas e alguns pontos fracos e fortes da Bienal. As dicas ainda são super válidas e por isso vou deixar o link aqui pra vocês conferirem. No entanto, como cada ano é uma experiência nova, tenho mais algumas sugestões.
  Pra começar, gostaria de falar um pouco sobre os aspectos positivos e negativos. Esse ano, preferi levar minha própria comida para não enfrentar as filas imensas e não correr o risco de pegar algum lanche com sabor mais ou menos, o que aconteceu com muitas pessoas. Além disso, ganhei muito mais tempo pra andar por aí. Aliás, as filas esse ano pareciam ainda mais confusas e descordenadas. No entanto, os achados estão cada vez melhores e as pessoas vão cada vez mais interessadas e entusiasmadas, portanto mais simpáticas, colaborando para o evento ser cada vez melhor.
  Mas agora vamos para as recomendações.


1- Participe do grupo do Amino na Bienal para sintetizar as informações sobre o evento em um só lugar, ou siga-os nas redes sociais.

2- Envolva bem suas comidas e bebidas com toalhas e sacos plásticos pra evitar que eles vazem e sujem seus livros.

3- Leve uma mochila resistente, ou mesmo uma bolsa de carrinho caso for comprar muitos livros.

4- Retire suas senhas e programe seus horários antes de tudo.

5- Conheça os pavilhões azul  e verde antes de gastar muito tempo no laranja. Por quê? Porque além dos outros dois serem mais bonitos e cheios de coisa, eles vão te dar uma ideia do que procurar no laranja, que é mais barato.

6- Vá nos Outlets e descubra livros de oitenta reais ou mais a dez reais. São mais tumultuados, mas é cada achado.

7- Ande atento olhando para o rosto das pessoas, nunca se sabe quando vai encontrar um autor ou booktuber.

8- Converse com as pessoas nas filas. Elas podem te dar excelentes informações, indicar lugares com boas promoções, eventos e bons livros.


  À princípio, essas são minhas dicas. Lembrando que a bienal vai até dia 10, hein? Espero voltar lá pelo menos mais uma vez, então devo fazer ainda outros posts sobe as minhas experiências.  Torço para que essa postagem tenha sido útil pra vocês e boa Bienal. :)

Popular Posts

Atualizações

  • Born To Ultraviolence será postada agora no Wattpad.
  • Capítulo 2 de Crybaby no Wattpad.
  • The Moon Over Me finalizada no Nyah!
  • The Moon Over Me está também disponível no Social Spirit.
  • Another Dead e Clever foram excluídas.

Unordered List

Tecnologia do Blogger.

Seguidores